20080228

Origami genital

Photobucket

Não me pergunte o que eu estava procurando para acabar aqui. Ainda estou em dúvida sobre o que acho mais [pigarro] gozado: a [pigarro] introdução, as instruções (a maioria começa com “take one penis”) ou o desenho com a aplicação prática do bagulho. No ato, lembrei que também conheço alguns truques, só que explorando mais o potencial erógeno de uma zona incompreendida e muitas vezes injustiçada do aparelho reprodutor masculino. O material didático foi publicado no zine Tarja Preta e também continha ilustrações com o passo-a-passo da coisa, como demonstra somente o texto (maldito escâner da HP!) a seguir:

O saco, esse escroto

Óculos Árabes
1. Peça para a parceira deitar e fechar os olhos.
2. Coloque seus testículos sobre eles (um em cada).
3. Peça para ela começar a piscar incessantemente.
O vaivém dos cílios sobre a parte enrugada estimula o chakra principal, liberando toda a energia kundalini.

Tea Bag
1. Coloque a parceira sentada em uma cadeira.
2. Peça para ela inclinar a cabeça para trás e abrir a boca.
3. De pé, aproxime-se por trás e flexione os joelhos até o saco desaparecer na boca da parceira.
O calor da saliva, aliado ao esforço físico, desperta a produção de serotonina no cérebro, provocando uma sensação de prazer.

Quebra-Nozes
1. Peça para a parceira deitar e abrir os braços.
2. Em uma das axilas, aninhe o testículo de sua preferência (ou ambos).
3. Mande a parceira fechar o braço e começar a contrair os músculos da região moderadamente.
A pressão sobre o(s) testículo(s) provocará uma experiência semelhante à quase-morte, resultando em um orgasmo instantâneo.

2 comentários:

Andre´Guesser disse...

Tomate, acho que estás com problema!

Sarinha S. disse...

hahahaha...sem comentários...