20080309

O dia depois da Noite Internacional da Mulher

Uma singela homenagem representada pela música de Júpiter Maçã, escolhida por conter um dos versos mais cândidos de todos os tempos (senão o mais) do pop nacional, composto por um raro caso (senão o único) de utilização do estrangeirismo "spa" no cancioneiro silvícola. Cante com a gente:


Orgasmo legal (5x)
É isso que ela me dá
Orgasmo legal (5x)
É isso que ela me dá
Ela me dá orgasmos legais
E deixa meus dias sensacionais
Ela me traz paz e amor
Ela é um spa pra mim
Nuvens carregadas não me assustam, não, não mais
Crises de mau humor não me incomodam e nem irão
Orgasmo legal (5x)
É isso que ela me dá
Eu me dedico de coração
Pra dar pra ela orgasmos e tesão
Tenho deixado ela feliz
Ela não faria simulação
Nuvens carregadas não me assustam, não, não mais
Crises de mau humor não me incomodam e nem irão
Ela me dá o orgasmo legal
E sempre me deixa de alto astral
Por isso é horrível se a gente discute
E vai pra cama sem gozar
Orgasmo legal (5x)
É isso que ela me dá

(Extraída da coletânea Segunda Sem Ley, Banguela Records, 1995)

2 comentários:

Sarinha S. disse...

ai ai ai...deixa as feministas de suvaco peludo verem isso...rsrsrsrs

Upiara Boschi disse...

bah... eu tenho esse cd
haha

(quando vc vai colocar um rss aqui, hein?